• Instagram Social Icon
  • Grey YouTube Icon
  • Spotify Social Icon
  • Facebook Social Icon
  • Bandcamp Social Icon
  • SoundCloud Social Icon
 

foto por Millena Rosa

/

 

Músico e VideoArtista carioca, faz do seu som e imagem uma colagem tropicalista 2.0.

  Gêmeos com Lua em Gêmeos, aventurou-se a escrever 4 discos de canções, um para cada estação do ano.

  Lenhador (2014) cantava um outono online, pop torto, figurou em listas de melhores do ano dos blogs musicais.

  Inverno (2015), trouxe uma sonoridade introspectiva de violão, voz e tristeza.

  Bicho (2017) foi resultado de uma primavera vivida durante um ano na cidade de Lisboa, e tem flores e espinhos, já que o ano foi um duro golpe na esperança.

  2018 o artista chega ao final na quadrilogia: Brasa. Um disco sobre um país quente, canções recortes sobre o ofício de viver fazendo música, para um dia viver de música. Perdido faz canções para aqueles que se sentem perdidos.

 

//

 

DISCOS

EP: 2♡ / Maio-19

 

Marcelo Perdido, depois de 4 discos, lança seu primeiro EP: 2♡, 4 canções de amor com uma sonoridade pop estranha. Com influências de Beach House (e uma leva de artistas muito jovens do bedroom pop como Clairo, YellowDays e Crumb), a aproximação dos BEATS e SYNTHS começada no disco BRASA ganha mais importância na estética do artista. As letras continuam sendo a característica principal de seu universo artístico, inspirado em Cazuza, Perdido busca consolidar seu vocabulário poético. A produção das 4 faixas (3 inéditas e uma releitura) é de Gabriel Serapicos (Serapicos/Compositor Fantasma), com forte interferência da mixagem de Habacuque Lima (Ludov/Estúdio Trampolim) responsável por manipular os sons em equipamentos analógicos e digitais. O EP ainda conta com a cantora Luna França, que abre vozes nas canções para uma maior riqueza de timbres.

pop estranho, escute e faça